sábado, 14 de setembro de 2013

Projeto M-59 - conversão M-41 Tamiya 1/35

O modelo :

Para realizarmos a concepção deste projeto, partimos com base no kit Tamiya na escala 1/35, tendo por base que o M-59 foi desenvolvido com base no projeto do carro de combate médio M-41 Walker Buldog, apesar de ser um modelo espartano atende bem as necessidades de emprego nesta conversão.
Basicamente como poderemos ver a seguir empregamos do modelo original apenas uma parte do casco do M-41 ( parte frontal e traseira ), sistema de suspensão, bogies, esteiras e peças avulsas para detalhamento. Podemos assim considerar que construímos em  scratch aproximadamente 80 % do veículo empregando uma variedade de materiais, como peças em resina, linha de costura, material de pesca, plasticard, papelão, canudos de refrigerante, clips de papel, entre outros.
Instruções ou base de referencia para conversão  :


Toda a confecção foi baseada em fotos de arquivo, tendo em vista a baixa quantidade de material de pesquisa disponível na internet. Procuramos fidelizar ao máximo o modelo pretendido, porém a ausência de desenhos técnicos específicos e fotos mais detalhadas podem gerar divergências entre nosso veículo e o original.

Fases do processo  :




Conclusões :
Apesar de representar um processo trabalhoso com o envolvimento de muito scratch, massa plástica, fases de lixamento, correção estrutural e muita paciência na localização de materiais alternativos , o resultado final gera é  surpreendente pois não  há nada mais recompensador do que poder ter em seu acervo um modelo diferenciado e único.
Para conferir o modelo finalizado acesse seu perfil em nosso blog  Um APC de Peso no Exército Brasileiro
Boa Montagem

sábado, 24 de agosto de 2013

Conversão M-4 Sherman - Tamiya

O modelo :Empregamos como base do projeto um antigo kit da Tamiya na escala 1/35 que já havia sido montado há muito tempo, facilitando o sacrifício. Basicamente como poderemos ver a seguir empregamos do modelo original apenas uma parte do casco ( parte frontal e laterais ), sistema de suspensão, bogies, esteiras e peças avulsas para detalhamento. Podemos assim dizer que tivemos de construir em scratch aproximadamente 60% do veículo empregando uma variedade de materiais, como peças em resina, linha de costura, material de pesca, plasticard, papelão entre outros.
 
 
Instruções ou base de referencia para conversão  :
 
 
 
Toda a confecção foi baseada em fotos de arquivo , plantas básicas e dados extraídos do artigo sobre o VBE ( http://www.ecsbdefesa.com.br/fts/VBE.pdf ) de autoria do pesquisador e historiador Expedito Carlos Sthefani Bastos. Procuramos fidelizar ao máximo o modelo pretendido, porém a ausência de desenhos técnicos mais específicos e alterações aplicadas no projeto original pelos construtores podem gerar divergências entre nosso veículo e o original.
 
Fases do processo  :
 
 
 
 
 
Conclusões :
 
Apesar de representar um processo trabalhoso envolvendo muito scratch, massa plástica e fases de lixamento e muita paciência na localização de materiais alternativos , o resultado final surpreende pois não há nada mais recompensador do que poder ter em seu acervo um modelo diferenciado e único.
 
Para conferir o modelo finalizado acesse seu perfil em nosso blog  Viatura Blindada de Engenharia - Conversão Sherman
 
 
Boa Montagem

domingo, 25 de novembro de 2012

Accurate - B-25B Mitchel

O modelo :

Ao abrirmos a caixa já contemplamos detalhes que realmente fazem a diferença, são aproximadamente 200 peças , incluindo 20 transparências muito bem injetadas e com excelente nível de acabamento, acompanham ainda o conjunto mascaras para a pintura das janelas laterais, cabine de comando e nariz ( eliminando desta maneira o árdou trabalho de mascaramento com fita Tamiya, que consome horas e horas a fio de paciência ), 13 placas de latão são fornecidas como peso para o nariz, visando manter a aeronave na posição correta de exposição.

O interior é impressionante, com detalhes estruturais, textura de tecido e fiação moldado para paredes laterais da fuselagem, e uma infinidade de detalhes adicionados para criar um patamar de realidade interessante. O painel de instrumentos é fornecido como uma parte transparente. prevendo a aplicação de  decalque  na parte de trás. O compartimento de bombas é segue a regra do modelo com ível de detalhamento impressionante, podendo ser configurado com várias cargas de bombas, existindo ainda a opção de empregar o tanque de combustível de longo alcance  utilizado na missão de bombardeio ao Japão. Somente para ilustrar o padrão de detalhamento, os pneus apresentam o nome e logotipo da "Goodyear".

Detalhes da superfície é bonito. Linhas de painel são, em geral, rebaixada com alguns adequadamente levantadas características estruturais. Pneus ainda apresentam o "Goodyear" nome e logotipo!

 
 
Instruções :

O manual impressiona pelo conteúdo e riqueza de informações contemplando 20 passos de montagem em vista explodida em grandes dimensões, proporcionando assim um excelente nível de compreensão do processo de confecção do modelo, acompanha ainda um manual contendo dados , notas pessoais e relatos sobre a operação de ataque ao Japão " Doolittle's Raider ", sem dúvida um registro histórico digno de arquivo.
 
Decais :
 
Um set de decais, permite a configuração de qualquer uma das 16 aeronaves que participaram do " Doolittle's Raider ", incluindo ainda os cintos de segurança, detalhamento do painel e nose art.
 
 


Conclusões :
 
Sem dúvida trata-se do melhor kit de B-25 que já tive o prazer de ter em mãos , altamente recomendado para quem quer representar os B-25B da Força Aérea Brasileira. Este kit pode ser fácilmente encontrado nas lojas nacionais de modelismos ao custo médio R$ 190,00, lembrando que o preço sugestão vale cada centavo investido.
 
Boa Montagem
 

sábado, 24 de novembro de 2012

Zvezda 1/35 M3A1 Scout Car

O Modelo :
Trata-se de um do veículos militares na escala 1/35 mais amplamente difundido entre os fabricantes, havendo no mercado inúmeras versões ou opções de detalhamento, o kit em questão do fabricante russo Zvezda contem 134 peças injetadas em estireno na cor verde oliva e 3 peças transparentes que representam o para brisa.
Apesar de se tratar de um molde antigo, o modelo possui um bom nível de detalhamento, fornecendo diversas opções de representação do veículo ( com e sem a capota, ou com as armações da lona a vista ). Os encaixes apresentam um bom nível de qualidade tornando o modelo de fácil construção.
 
 
Intruções :
 
Contendo 8 páginas , o manual traz um breve histórico do veículo em três idiomas e se desdobra em 15 passos de montagem, de impressão espartana porém adequado ao nível de complexidade do kit.
 
Decais :
 
Um set de decais contendo marcações que possibilitam representar  três veículos diferentes: um M3A1 do Exército 1, D-Day, 1944; uma M3A1 do Exército da França Livre, e, um M3A1 capturado pelo alemão Afrika Korp e empregado em serviço na campanha da Tunísia, 1943.
 
 
Conclusões :
 
Trata-se de uma boa opção , com excelente custo benefício, é claro que existem opções mais detalhadas deste modelo, porém para modelistas que tem por vocação o detalhamento em scratch, esta é uma bela opção de distração. O modelo é facilmente encontrado em lojas nacionais ao custo médio de R$ 90,00.
 
Para conferir o modelo finalizado, visite o Blog Armas Nacionais, Acesse aqui

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Modela - Let 13J Blanik


O Modelo :

Produzido pela empresa Modela na Tchecoslováquia na década de 1970, o kit apresenta um bom nível de injeção e acabamento contando com 30 peças, superando as expectativas pré definidas que geralmente acompanham modelos produzidos no leste europeu. Linhas de alto relevo delicadas permeiam todo o conjunto , o interior apresenta características espartas e com um pouco de paciência pode ser melhorado em scratch . Os encaixes são extremamente precisos tornando o modelo de rápida e agradável montagem.

O fabricante fornece ainda  uma base expositora para representação do modelo em voo, e também acompanham componentes que permitem representar o motor opcional Java M-150 de 42 cv, que frequentemente era instalado neste planador.

 
Instruções :

Contendo 8 páginas que se desdobram e,  12 etapas de montagem e dados históricos sobre a aeronave, o manual apresenta imagens em 3D que permitem uma fácil compreensão da montagem do conjunto ( apesar do idioma original do fabricante ).

Decais :

Acompanha modelo um set de decais básico onde é possível representar duas versões civis de operadores na Tchecoslováquia e também a grata surpresa de uma versão militar empregada pelo Clube de Voo a Vela da Academia da Força Aérea Brasileira.

 
Conclusões :
 
Apesar de existirem diversos kits na escala 1/72 deste planador, esta versão da Modela é a única disponível na escala 1/48 , o que o torna sem dúvida nenhuma uma "avis rara", pois constitui-se uma rara possibilidade de ostentar em lugar de destaque este inusitado pássaro em qualquer coleção de entusiastas das forças armadas brasileiras. Interessados na aquisição deste kit devem se esmerar em um complexo trabalho de garimpo junto ao e-bay, por sorte adquirimos este modelo em 2011 da loja Model World em São Paulo, ao custo de R$ 170,00 e sem dúvida nenhuma valeu cada centavo.
 
Para conferir o modelo finalizado visite o Blog Armas Nacionais, Clique Aqui
 



quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Artesanal - Engesa Cascavel MKI " Magro"

O Modelo :
O desejo de todo entusiasta em militaria nacional é poder ter em sua coleção modelos da Engesa, como não fujo a regra busquei humildemente reproduzir a primeira versão do Cascavel chamado popularmente de " Magro ", por assim apresentar um canhão de 37 mm ao invés do 90 mm presente nas versões posteriores.
Para este projeto partimos de uma versão artesanal que é comercializada no Mercado Livre, que obviamente foi inspirada no excelente modelo em resina da Eletric Products, o kit em si possui o casco solido e mais 39 peças em resina , para a referida conversão fizemos uso dos componentes da torre do modelo M-3A1 Stuart da Academy composto por 19 peças em estireno.
Basicamente a conversão é muito simples, pois tirando alguns detalhes o casco é muito similar entre as duas versões, bastando apenas fechar os compartimento laterais dos jerry cans, alterar disposição dos faróis pois nesta versão o mesmo emprega sistema ótico externo ao contrários dos frontais embutidos.
 
A torre deve ser montada inicialmente conforme a planta original da Academy, porém o prolongamento adicionado no formato original que tinha por objetivo abrigar o sistema de rádio, deve ser feito em scratch, empregando plasticard seguindo as dimensões aproximada obtidas em fotos de época, muita massa plástica e lixa deve ser empregada até se obter o acabamento necessário. Como sugestão o gradil da torre pode se feito com grampos de papel unidos com cola super bonder.
 
 
Para finalizar a conversão deve-se incluir um suporte para o sistema de rotação da torre para assim aproveitar o encaixe original do modelo em resina.
 
Instruções :
 
O modelo em resina vem com instruções básicas, porém a facilidade de montagem dispensa este manual, basicamente o modelista deve empregar referências encontrar em publicações na internet.
 
Decais :
 
Empregamos os excelentes decais da Eletric Products na escala 1/35 que possui as marcações genéricas dos veículos do EB neste época.
 
 
Conclusões :
 
Trata-se de uma conversão simples e o todo o esforço e carga horária empregada compensam o resultado final de se ter na coleção uma viatura diferencia do Exército Brasileiro.
 
Para conferir o modelo finalizado visite o Blog Armas Nacionais, Clique Aqui

sábado, 27 de outubro de 2012

GIIC - P-16H Grumman Turbo Tracker ( Resina )

O Modelo :
Trata-se de uma variação do portifólio da GIIC , grande fabricante nacional de kits em resina, que nos tem propiciado modelos diferenciados na escala 1/48.Basicamente é uma customização do P-16 Tracker que foi lançado originalmente pelo fabricante em 2010 e teve como inspiração o antigo kit da Aurora na escala 1/48 ( ou seria 1/50 ? ), período este onde ainda não estavam disponíveis no mercado as opções injetadas lançadas recentemente pela Italeri.
Dispondo de 53 peças em resina de boa qualidade já com aplicação de primer cinza , 40 peças em metal e 18 em vaccum forming representando as transparências , este modelo representa uma grata surpresa pelo detalhamento dos itens, mostrando que este fabricante está em uma ampla e continua evolução de patamares de produção e acabamento.
Como todo modelo em resina, sua montagem é recomendada para modelistas experientes, pois o grau de dificuldade sem dúvida nenhuma e superior aos demais modelos injetados, os encaixes tem precisão aceitável porém como via de regra teremos uma extensiva aplicação de massa plástica e lixamento para obtenção de um bom acabamento final além é claro do emprego de um secador de cabelos para ajustes de montagem dos componentes. Deve-se fazer menção a junção superior das asas com a fuselagem , processo este que demandará um pouco de atenção e cuidado.
O fabricante fornece um interior bem detalhado , incluindo os consoles do equipamento ASW, originalmente o modelo é configurado no modo de hangaragem em porta aviões apresentando suas asas dobradas, porém pode ser representado pelo modelista na versão normal com asas em posição de voo.
Instruções :
 
Um manual composto de 7 páginas contendo fotos das etapas de montagem e dicas úteis de como se proceder nos processo de alinhamento, colagem e acabamento das peças, como trata-se de um modelo artesanal , os mais puristas sentirão falta dos diagramas 3D  em vista explodida, porém as instruções do fabricante suprem qualquer necessidade destes últimos. Ainda temos duas páginas como fotos em cores detalhando as etapas de pintura e aplicação de decais.
 
Decais :
 
Confeccionados pelo próprio fabricante, visam representar o único protótipo deste modelo, sendo composto pelos decais das marcações e fundo branco das imagens de cores compostas, vale como lembrete que este é um item que merece atenção da GIIC pois um kit neste padrão de qualidade deve contar com decais impressos em outro processo.
 
 
Conclusões :
 
O modelo representa uma excelente oportunidade para os aficcionados em FAB disporem em sua coleção desta inusitada versão do Grumman Tracker. Esperamos que agora com o advento da aquisição dos Turbo Tracker/ Trader  pela Marinha, a GIIC possa nos brindar novamente com mais uma opção verde e amarela.

Para os interessados este kit está disponível em diversas lojas nacionais de modelismo apresentando um custo médio de aquisição na ordem de R$ 200,00.

Para conferir o modelo finalizado visite o Blog Armas Nacionais, Clique Aqui

sábado, 20 de outubro de 2012

Lindberg - Curtiss Jenny JN-4D

O Modelo :
Trata-se de uma reedição de um antigo molde deste fabricante pertencendo a série " Golden Age Biplanes ", mantendo as características do modelo da Lindberg o mesmo apresenta um detalhamento simples contando com apenas 58 peças em estireno injetado na cor metálica , 02 transparências representando os para brisas da aeronave e também um fio de metal para uso como cabos de amarração das asas.
A qualidade da injeção proporciona encaixes fáceis, o interior espartano pode ser melhorado em scratch , e a presença de dois tripulantes contribui para melhorar a aparência do conjunto final. O Grupo motriz fica parcialmente a mostra e possui componentes bem detalhados.
Ao contrário dos demais modelos de biplanos na 1/48, a montagem da estrutura de suporte e os encaixes das asas superiores ( injetados em uma única peça ) foram extremamente tranquilos, bastando apenas pequenos ajustes para obtenção de um alinhamento perfeito.
Juntamente com os componentes da aeronave o fabricante incluiu um suporte com duas rodas para manobra, sendo este artifício usado geralmente para manobra e hangaragem sendo encaixado na parte traseira da fuselagem, outro item interessante fornecido é uma plaqueta para identificação do modelo do avião.

Instruções :
Seguindo a linhagem dos biplanos da década de 1920 a simplicidade de construção da aeronave demanda poucos componentes, possuindo assim apenas uma folha tri partida com informações impressas em frente e verso, descrevendo breve histórico do modelo, 8 etapas de montagem, instruções de pintura e marcações.
Decais :
O modelo apresenta um set simples de decais, contemplando a possibilidade de duas marcações, sendo uma delas configurada como aeronave de socorro médico aéreo e outra como célula de treinamento da marinha americana.
Conclusões :
Única opção existente no mercado nesta escala, não necessitando de nenhuma alteração ou conversão para representar a versão empregada pela Marinha do Brasil. Infelizmente nao existe a presença deste item no portifólio das lojas nacionais de modelismo em geral, sendo necessário recorrer a lojas no estrangeiro ou mesmo Ebay, onde este kit pode ser encontrando no custo médio de USD 17,00.
Para conferir o modelo finalizado visite o Blog Armas Nacionais, Clique Aqui

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Hasegawa - Gates Learjet 35A

O Modelo :
Trata-se de um antigo molde, possuindo desta maneira a maioria das linhas em alto relevo, possui um total de 55 peças injetadas em estireno branco de alta qualidade com injeção de alta pressão apresentando um padrão compatível com o renome deste fabricante, as superfíces das peças são lisas e livres de imperfeições. As transpar~encias ( 04 peças ) estão dispostas em duas grades com tonalidade tipo "fumê".
Como ponto positivo, este kit dispõe de interior completo com seis assentos de passageiros, armarios internos, e cabine de comando amplamente detalhada, oferecendo ainda a possibilidade de deixar a porta de acesso aberta o que evidentemente valoriza estes detalhes após a montagem.
De montagem rápida e eficiente ( devido ao nível de encaixe dos componentes ), trata-se de uma excelente opção para representar sem alterações os VU-35 da Força Aérea Brasileira, bastando apenas a inclusão de duas antenas de comunicação sendo uma na parte superior da fuselagem e outra na inferior.
Este modelo proporciona ainda a montagem da versão de reconhecimento R-35 e R-35AM, bastando para isto proceder alterações mais complexas em scratch , características estas que abordaremos e outro artigo.
Instruções :
A página inicial apresenta um histórico completo da aeronaves nos idomas inglês e japonês e mapa das peças nas grades, todo o processo de montagem composto por seis etapas em vista explodida. Para as versões originais existem orientações básicas de pintura que não serão empregadas no caso de representação da versão da FAB.
Decais :
O modelo vem com duas folhas de decalques, uma dela de numerais de série e a outra contendo marcações das versões civis, apesar de bem impressos a qualidade da aplicação é questionável face a idade de impressão.
Conclusões :
Apesar de existirem outros kits desta aeronave na escala 1/48 ( Testors, ICM e Minicraft ), o Hasegawa é o unico que perfaz a versão nacional com mínimo esforço de conversão e além do mais as qualidades descritas acima o classificam como a melhor opção, apesar de pertencer a um lote antigo ainda são facilmente encontrados em lojas especializadas ou mesmo no E-Bay ao custo médio de USD 45,00.
Vale ainda lembrar que recentemente a Revell relançou este modelo fazendo uso dos moldes originais da Hasegawa, aumento assim a oferta deste tipo no mercado.
Para conferir o modelo finalizado, visite o blog Armas Nacionais - Clique Aqui

domingo, 7 de outubro de 2012

Artesanal - Helibras / Eurocopter Esquilo Biturbina

O Modelo :

Sempre busquei no mercado algum set de conversão que pudesse empregar no antigo kit da Heller , para desta maneira representar as versões bi turbinas do Helibras / Eurocopter Esquilo em uso na Aviação Naval e Força Aérea Brasileira, em 2011 ao navegar pelo Ebay me deparei não com um set e sim um modelo completo, contemplando um conjunto multimídia, peças em resina, transparências em plástico incolor injetado e esquis de pouso em cobre soldado, totalizando 29 peças apenas.
O processo de montagem é extremamente simples , pois diferente do kit da Heller ( no qual o mesmo foi obviamente inspirado ), a fuselagem é injetada em uma peça só agilizando consideravelmente a montagem, todo o interior e controles de voo seguem com exatidão as peças do modelo original. A qualidade da resina empregada é excelente possibilitando uma facilidade sem igual nos encaixes, não necessitando de ajustes que são comuns em quase a totalidade dos modelos em resina presentes no mercado. Outro ponto positivo é que o fabricante fornece um conjunto de mascaras de pintura que auxilia em muito o processo de finalização do modelo.
Fica como dica que para representarmos os modelos empregados pelas forças armadas brasileiras é necessário proceder três etapas básicas de conversão pois a versão do modelo difere da "AS355F2":
1 ) Alteração da disposição dos escapes da turbina, pois este modelo apresenta duas saidas lateriais, devendo retirar as mesmas corrigir as superfícies com putty e confeccionar em scratch três escapes , sendo um superior e dois laterais.
2 ) Substituição dos esquis de pouso em cobre pelos originais presentes no kit da Heller
3 ) Inclusão de antenas externas e farol de busca ( scratch )

Instruções :

Apesar do manual de montagem ser extramente simples, a facilidade de montagem do kit praticamente dispensa sua utilização

Decais :

Não acompanham decais, porém para representação das versões nacionais, deve-se empregar sets do fabricante FCM

Conclusões :
Trata-se de uma excelente opção tendo em vista que não existem outras opções no mercado, o custo de aquisição e frete foi de USD $ 59,00, sendo o fabricante originário de Hong Kong, para quem quiser adquirir seu modelo segue abaixo contato do vendedor, que por sinal foi extremamente atencioso e ágil no envio:
Para conferir o modelo finalizado, visite o Blog Armas Nacionais, Acesse aqui
 

sábado, 6 de outubro de 2012

AMODEL - D.H.60M GIPSY MOTH

O Modelo :
Disponível no mercado desde 2008 , atualmente esta é a única opção para representarmos esta venerável aeronave, o fabricante "Amodel" que tem tradição em modelos na escala 1/72 , conseguiu constituir um conjunto interessante neste kit, sendo injetado em estireno na cor cinza, contando com 74 peças dispostas em seis arvores. Vale destacar que a exemplo de outros fabricantes do leste europeu, a qualidade do material é questionável exigindo do modelista paciência e habilidade.
Mantendo as características simplistas dos biplanos da década de 1920, o modelo apresenta um interior espartano constando no cockpit dos assentos, painéis de instrumentos e controles de vôo básicos, moldado no interior das laterais das fuselagens temos a representação da estrutura de construção da aeronave bem como esboços de mais controles, fica ainda a cargo do modelista incrementar em scratch ainda mais o detalhamento do interior da cabine de comando.
Apesar de não possuir o grupo motriz completo, o modelo permite expor a parte superior do motor detalhes do topo dos cilindros, exaustores e escapamento, salientando que para representar as versões operadas pela Aviação Militar e Aviação Naval ( DH-60T ), é necessário alterar a disposição deste sistema, tarefa que pode ser facilmente executada com peças extras do próprio modelo.
Um desafio a parte é a fixação das asas superiores , pois diferente de outros modelos de biplanos este setor vem tripartido sendo necessário unir os suportes do tanque de combustível as duas asas , e neste ponto a ausência de gabaritos bem definidos gera uma grande demanda de ensaios. Finalizando o fabricante disponibiliza duas versões de conjunto do trem de pouso, para se retratar a versão empregada em nosso país, deve-se utilizar a segunda opção.

Instruções :

Seis páginas bem detalhadas englobando em inglês um breve histórico do aeronaves contemplam em 11 etapas de montagem bem como guias para padronização de opções de pintura e decais.
Decais :

O modelo dispõe de um set bem impresso, porém seu conteúdo não serve para a representação das versões nacionais, devendo fazer uso somente dos itens de número "2" que representam o emblema da série de aeronaves "Moths" do fabricante inglês " De Havilland".

Conclusões:
Em resumo podemos concluir que se trata de uma boa opção (alias a única ) para se ter na prateleira uma "avis rara" desta, infelizmente as lojas nacionais raramente importam modelos deste fabricante , então deve-se recorrer ao Ebay ou lojas estrangeiras, onde o mesmo pode ser encontrado na faixa de USD $ 20,00.

  Para conferir o modelo finalizado, visite o Blog Armas Nacionais, Acesse aqui